Libertar líquido em excesso na relação sexual

Rosane

27 de Maio de 2009 ás 12:37

bom dia , estou com uma duvida muito grande e por ser muiito timida não tenho coragem de perguntar ao meu ginicologista,a um ano estou tendo relaçoes sexuais com meu namorado,ja tive outros parceiros antes mais o que vem acontecendo nunca avia acontecido,quando estamos transando principalmente se eu estiver por cima dele,sinto uma sensaçao muito boa mais logo apos sai um liquido e isso se repede varias vezes durante o ato,  fico morrendo de vergonha por não saber o que é,uma amiga disse que pode ser orgasmo multiplo,ele gosta,mas…acho estranho pois nunca aconteceu e a cama fica toda molhada como se eu tivesse urinado,so que não tem cheiro,por favor me oriente,pois ja não sei o que fazer,as vezes ate evito ficar por cima dele,pra que isso não aconteça,aguardo resposta.

Bom Dia Rosane

Agradecemos o envio do seu mail.

Desde já lhe explicitamos que não está perante um disfunção sexual. Porque os episódios que nos relata são apenas durante a relação sexual, numa determinada posição.

O líquido que sente ao ser expelido durante a relação sexual propriamente dita não tem cheiro porque não é urina, e através de pesquisas que já foram feitas em mulheres que apresentavam estes quadros, verificaram que a sua composição é semelhante ao líquido produzido pela próstata nos homens. Apesar de a maioria das mulheres inicialmente pensarem que seriam perdas de urina, o líquido que é expelido não contém ureia e não provém da bexiga. 

O estímulo que pensamos que possa estar associado a esta reacção / resposta fisiológica, será uma estimulação ritmada do clítoris e do ponto G, na entrada da vagina, são estes, os mais associados e relatados por mulheres que têm estes episódios. Por estar em contacto íntimo com o canal uretral e as glândulas parauretrais, o ponto G parece ser de uma grande importância no processo da ejaculação feminina.  

Não se preocupe, com essa situação, pois é normal e não se trata de urina. Fique tranquila, que este é um sinónimo do prazer que obtém com o seu parceiro, e por isso relaxe. Para além disso o seu parceiro já lhe confidenciou que gosta, logo não tem razões para sentir vergonha.

SáBADO, 30 DE MAIO DE 2009